icondominial

Alguns condomínios apostam na individualização para deixar o pagamento mais justo, mas cada caso é um caso Daniel Oliveira divide com três amigos um apartamento no Condomínio Palma de Mariana, em São Paulo, e o consumo da água utilizada por eles já está incluído no valor mensal do condomínio, dividido com os outros moradores independentemente […]

Alguns condomínios apostam na individualização para deixar o pagamento mais justo, mas cada caso é um caso

Daniel Oliveira divide com três amigos um apartamento no Condomínio Palma de Mariana, em São Paulo, e o consumo da água utilizada por eles já está incluído no valor mensal do condomínio, dividido com os outros moradores independentemente do uso.

Lucia Alves Bittencourt, por sua vez, conta com um hidrômetro individualizado no apartamento há quase três anos, uma solução encontrada para tentar cortar os gastos com água. “Aqui a conta era de aproximadamente R$ 110 por apartamento antes da individualização. Após a separação do consumo, o valor que pago caiu pela metade.”

Pagar muito por um consumo baixo é a reclamação de Dagoberto Donato, que mora em um condomínio em que não há medidores individuais e os 44 apartamentos dividem a despesa, independente de quem consumiu mais ou menos. O que fazer nesta situação? A medição individual é mesmo a melhor solução?

Atenção ao contratar – Pode ser, mas é preciso cuidados, e eles começam na contratação de uma empresa especializada.

“Assim como acontece em qualquer outra contratação, é preciso estar atento a detalhes, como tempo de mercado que a empresa em questão possui e número de indicações”, explica Wagner Lago, diretor comercial da Di Maggio, empresa focada em individualização do consumo de água.

“É preciso levar em conta se a empresa tem boa reputação para atendimentos emergenciais após a instalação. Os equipamentos usados possuem uma vida longa e as manutenções se referem mais a correções do que a prevenções, por isso é bom saber se a empresa contratada tem possibilidade de atender emergências.”

Personalização não vale – Outro item a ser avaliado na opção pela individualização do consumo é o tipo de tecnologia utilizada.

“Existem as que trabalham com equipamentos exclusivos, que impossibilitam que o condomínio posteriormente escolha outra empresa”, comenta Lago.

Para o diretor comercial, a individualização da conta de água propicia benefícios que vão além do pagamento relacionado apenas ao que é consumido. Também há a questão da segurança na medição.

“Hoje algumas tecnologias não necessitam sequer que uma pessoa tenha acesso aos relógios individuais para medir. Tudo é feito por monitoramento GSM, controlado pela própria administradora do empreendimento. Só é medido o relógio geral”, explica.

Considere:

  • Após a individualização é normal que alguns vazamentos existentes apareçam.  A responsabilidade do conserto, neste caso, é do morador da unidade
  • A escolha de empresa deve ser feita em assembleia e vale a pena comparar algumas alternativas antes de bater o martelo
  • O custo para individualização varia de R$ 350 a R$ 10 mil, dependendo do estado da instalação hídrica do empreendimento

Publicado em Empreendimento por iCondominial | Nenhum comentário

Deixe um comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.

Tecnologia Notebem Tecnologia Hotvia