icondominial

Com algumas atitudes e pouco investimento, qualquer condomínio pode dar um passo a mais rumo à sustentabidade Mais do que um simples tema momentâneo, a sustentabilidade é um caminho sem volta, onde, mais cedo ou mais tarde, todos nós estaremos engajados, pois o que está em jogo não é tão-somente um modismo, mas sim a […]

Com algumas atitudes e pouco investimento, qualquer condomínio pode dar um passo a mais rumo à sustentabidade

Mais do que um simples tema momentâneo, a sustentabilidade é um caminho sem volta, onde, mais cedo ou mais tarde, todos nós estaremos engajados, pois o que está em jogo não é tão-somente um modismo, mas sim a manutenção da vida no planeta Terra.

Atitudes sustentáveis colaboram com o meio ambiente e podem gerar até economia. Atualmente, recursos inteligentes podem ajudar na redução de consumo de energia elétrica e água, mas cada morador precisa fazer sua parte.

Se a ideia é tornar o condomínio sustentável, o primeiro passo é reunir todos os moradores e, juntos, discutir as medidas a serem tomadas.

Economia nasce na planta – Os empreendimentos entregues nos últimos quatro anos já vêm demonstrando preocupação por parte das construtoras em oferecer projetos ecologicamente corretos.

Boa parte das novas construções já tem, entre outros benefícios, equipamentos que podem captar a energia solar e aproveitá-la para uso em locais estratégicos,  como, por exemplo, as luminárias das garagens.

Alguns destes equipamentos possuem placas de captação portáteis, armazenando a energia durante o dia para utilizá-la apenas durante a noite.

“Há condomínios em São Paulo que estão testando luminárias abastecidas por energia solar para iluminar áreas como os caminhos por onde os carros passam e o entorno dos jardins”, explica o diretor de condomínios, Márcio Bagnato

A ideia já é usada em grandes avenidas da capital, como a Paulista.

As placas solares conseguem gerar até 30% do que é consumido normalmente por uma rede elétrica, mas este percentual pode variar de acordo com a época do ano e também com a posição e o nível de incidência solar onde estão instaladas.

“É preciso realizar uma analise das capacidades estruturais do edifício”, explica Bagnato.

O aconselhável é buscar a ajuda de um engenheiro de construção antes de fazer a aquisição do equipamento, lembrando que a alternativa não substitui totalmente a energia cedida por concessionárias,  por ter baixo aproveitamento durante a captação.

Formas de ser sustentável – Além do uso de energia solar, há outras opções para tornar o condomínio mais sustentável. A instalação de sensores de presença e dispositivos para tornar mais inteligente o funcionamento de elevadores são duas delas.

“Dispositivos inteligentes em elevadores sempre deslocam o mais próximo para atender ao chamado, e os sensores permitem que as luzes das áreas comuns apenas fiquem acessas caso haja alguém no local”, explica o diretor de condomínios.

Fazer a coleta seletiva do lixo também é uma maneira importante de contribuir para a qualidade do meio ambiente. E o dinheiro arrecadado com a venda de matérias recicláveis pode até ser utilizado para pequenas melhorias no prédio ou para estimular os funcionários.

“Tem condomínio que usa o dinheiro arrecado para oferecer um café da manhã aos funcionários. A medida se torna mais do que sustentável, é educativa e uma demonstração de respeito e valorização a quem ajuda o condomínio a funcionar”, conclui Bagnato.

Condomínio mais sustentável e menos gastos

  • Troque lâmpadas incandescentes por lâmpadas mais econômicas como as de LED
  • O investimento em sensores de presença compensa o gasto no médio e longo prazo
  • O gasto com água em áreas comuns responde por menos de 10% da soma de todo o condomínio. Cada unidade deve fazer sua parte para economizar o recurso
  • É recomendável instalar relógios de medição individuais em áreas estratégicas do condomínio. Em caso de vazamento, a medida pode ser útil para a detecção do ponto com problema

Publicado em Sustentabilidade por iCondominial | Nenhum comentário

Conteúdo Relacionado


Deixe um comentário

Tecnologia Notebem Tecnologia Hotvia